fone Português-Brasil Espanhol Inglês index

Atividades SOBECC Nacional

Publicado em 11/12/2010

 
 
2010: o ano do Conhecimento
 
Neste ano, a SOBECC Nacional concentrou esforços na educação continuada e difusão do conhecimento na área da Enfermagem Perioperatória. Foram ministradas mais de 80 palestras pela entidade em Encontros, Jornadas e Congressos no Brasil e até no Exterior, caso do 57º Congresso Americano da Association of periOperative Registered Nurses (AORN), realizado em março de 2010.
Entre os compromissos educacionais e institucionais aten¬didos, a Presidente da SOBECC, Janete Akamine, des­taca a participação em cursos de graduação na Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e em diversas reuniões do Conselho Regional de Enfermagem (COREN-SP) e da Academia Brasileira de Es­pecialista em Enfermagem (ABESE). A SOBECC tam¬bém colaborou com o Programa Portas Abertas (PPA)  do CO­REN-SP, ministrando palestras sobre micobactéria, desin­fecção e esterilização no Estado de São Paulo.
Ainda no de seu escopo de atuação institucional, a SOBECC participou do Congresso Pan-Americano de Esterilização e promoveu a organização do 11º Congresso Mundial de Este­rilização no Brasil, com quase 3 mil inscritos e 70 empresas expositoras.
“Acreditamos que, com essa agenda, a presente Diretoria tem atendido aos objetivos propostos da atual gestão, que sempre buscou oferecer melhores condições de aprendiza­do para os profissionais da Enfermagem Perioperatória e contribuir com todas as instâncias institucionais da área”, afirma a presidente da SOBECC Nacional, Janete Akamine.
 
SOBECC participa de jornada do SINDHOSPA no RS
 
A Importância do CME na Segurança do Paciente foi o tema da palestra que a segunda-secretária da SOBECC, Andrea Alfaya Acunã, proferiu na Jornada de Estudos Sobre Processamento de Produtos para a Saúde durante o Sindicato dos Hospitais e Clínicas de Porto Alegre (SINDIHOSPA), em 1º de outubro último.
 
Durante a palestra, Andrea ressaltou que, no plano de segurança nos processos, o controle da limpeza, desinfecção e esterilização deve ser contemplado. Ela lembrou que a segurança do processo de esterilização depende de todas as fases do processamento dos produtos para a saúde e que a sobrevivência de microorganismos do processo de esterilização pode decorrer de falhas humanas (limpeza e preparo inadequado do material) e mecânicas (falta de manutenção e problemas nos equipamentos).
 
Para prevenir tais falhas, enfatizou Andrea, é necessário fazer o monitoramento mecânico (registros de manutenção do equipamento, por exemplo), físico (verificação dos parâmetros durante o ciclo de esterilização) e químico (controle individual do pacote de indicadores externos, como o indicador biológico, para aferir a esterilidade de cada produto).
Por fim, a palestrante reforçou a importância da rastreabilidade no ciclo de esterilização. “Todos os itens esterilizados devem estar registrados em impresso próprio ou via sistema contendo data, número do equipamento, número do lote e descrição do material”, aconselhou a enfermeira.
Rev SOBECC, São Paulo. out./dez. 2010; 15 (4):6-10
 
1ª Jornada Enfermagem em CC, RPA e CME do Agreste Pernambucano
 
O Grupo de Estudos de Enfermeiros em CC/RPA e CME de Pernambuco promoveu a 1ª Jornada Enfermagem em CC, RPA, CME do Agreste Pernambucano na Cidade de Caruaru (PE), nos dias 8 e 9 de outubro, que contou com mais de 400 inscritos. Nele, os participantes assistiram temas relevantes, como: a segurança do paciente no perioperatório; limpeza e desinfecção de endoscópios; Sistematização da Assistência de Enfermagem em RPA; limpeza, desinfecção e embalagens e métodos de esterilização.
 
A SOBECC também esteve presente nessa ocasião especial para a educação continuada dos profissionais da região. O diretor do Con­selho Fiscal, Ernane de Sousa Almeida, ministrou a palestra Assistência de Enfermagem na RPA e lembrou que, por menor que seja o procedimento cirúrgico, o risco de complicações sempre estará presente. “A assistência de Enfermagem durante o período pós-operató­rio imediato é muito importante e concentra-se em intervenções destinadas a prevenir ou tratar complicações”, enfatiza Ernane.
 
XI Jornada Norte - Nordeste de Centro Cirúrgico Central de Esterilização
 
Promovida e organizada no período de 27 a 29 de outubro pela Diretoria da Seção Ceará da Associação Brasileira de Enfer­magem (ABEn –CE), sob coordenação de Samya Coutinho de Oliveira e Teresinha Neide de Oliveira, a XIJornada Norte - Nordeste de Centro Cirúrgico e Central de Esterilização, contou com o apoio da SOBECC em três palestras. Foram elas: Gestão de Tecnologias em Saúde: Garan­tia de Eficácia em Estruturas, Processos e Resultados, Gestão da Qualidade em CC e CME e Gerenciamento de Riscos em CC e CME. Esses temas foram apresen­tados pela diretora de Comissão e Even­tos Regionais da SOBECC, Jeane Apare­cida Gonzalez Bronzatti, Lea Pereira de Sousa e Andrea Couto, respectivamente.
 
Durante a palestra Gestão de Tecnolo­gias em Saúde: Garantia de Eficácia em Estruturas, Processos e Resultados, Jeane abordou os aspectos legais relacionados à gestão da tecnologia, como a RDC Nº 2, de 25 de janeiro de 2010 da Agência Na­cional de Vigilância Sanitária (ANVISA).
 
Jeane explicou que a integração de uma nova tecnologia deve ser baseada na aná­lise de evidência científica, comparando as tecnologias já incorporadas ou exis­tentes no mercado brasileiro, assim como uma análise econômica. “O atendimento integral não significa incorporar todas as tecnologias disponíveis, mas subordinar a oferta à necessidade social, à evidên­cia científica, às prioridades da política nacional de saúde e à disponibilidade de recursos para a garantia de eficácia em estruturas, processos e resultados”, ex­plicou.
 
Lea Pereira de Sousa contextualizou a busca pela gestão da qualidade na área da saúde como um fenômeno mundial, que é praticada por vários atores, como médicos, enfermeiros e pesquisadores. Mas a enfermeira afirmou que “dada a baixa priorização das ações de políticas de gestão da qualidade e treinamento em nível nacional por parte de laboratórios de pesquisa ligados à área de tuberculose, entende-se a necessidade da intercessão entre a pesquisa e a gestão da qualida­de de maneira horizontal”. Segundo ela, essa cooperação auxilia os laboratórios “a incorporarem de maneira progressiva a política de gestão da qualidade, possi­bilitando, assim, uma atuação mais pro­positiva do parque industrial da saúde”.
 
Existe uma preocupação crescente dos profissionais de saúde com a segurança de suas equipes e de seus pacientes no ambiente hospitalar. Diante deste con­texto, à medida que a tecnologia evolui, aumentam as demandas de segurança na utilização de equipamentos, exigindo um monitoramento contínuo dos riscos.
 
No universo da CME, se faz necessário desenvolver critérios de aceitabilidade e estabelecer as prioridades de ação, no processo de avaliação desses riscos. Esse foi o ponto principal da palestra Gerenciamento de Riscos em CC e CME, de Andrea Couto, membro da diretoria SOBECC.
 
1ª Jornada de Enfermagem Perioperátória: da Teoria À Prática
 
Com o intuito de associar teoria e prática, a SOBECC idealizou e realizou a 1ª Jor­nada de Enfermagem Perioperatória: da Teoria à Prática, que aconteceu no dia 27 de novembro (sábado), no Cen­tro de Aperfeiçoamento de Enfermagem Wanda de Aguiar Horta (CAPE), em São Paulo. Cento e vinte e sete profissionais participaram do evento, que foi consi­derado ótimo por 70% dos participantes e bom por 27% deles.
 
Participaram da Jornada enfermeiros, técnicos de enfer­magem, estudantes de enfermagem e instrumentadores cirúrgicos dos estados do Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Ja­neiro, Santa Catarina e São Paulo, entre outros.
 
As aulas expositivas aconteceram no pe­ríodo da manhã e incluíram os seguintes temas: Instrumentação cirúrgica: res­ponsabilidade compartilhada; Micobac­téria: conceitos e ações para o controle de contaminação; Cirurgia segura: check list em sala operatória e Sistematização da Assistência de Enfermagem Perio­peratória (SAEP). Cada um dos partici­pantes do evento recebeu um CDcom o conteúdo das aulas e outros conteúdos com recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).
 
O ponto alto foram as oficinas práticas, que objetivaram aproximar os partici­pantes do que existe de mais atual na área da segurança da assistência ao paciente no período perioperatório. Foram quatro oficinas temáticas: Processos em CME, SAEP, Time out para Cirurgia Segura e Montagem de Mesa de Instrumentação Cirúrgica.
O objetivo da Jornada foi discutir pontos de melhoria da qualidade da assistência de Enfermagem prestada ao cliente ci­rúrgico, além de contribuir para o de­senvolvimento de trabalhos científicos voltados para a prática profissional, di­vulgando e informando os profissionais sobre novas tecnologias e serviços para Centro Cirúrgico, Recuperação Anesté­sica e Centro de Material e Esterilização.
 
Foi possível, também, trazer novidades sobre medidas de controle de infecção hospitalar e lançamentos de produtos.
“Esta foi a primeira experiência da SO­BECC na realização de um evento que contemplasse oficinas práticas e a pro­posta foi oferecer o melhor possível.
 
A avaliação positiva vinda dos participan­tes nos incentiva a continuar e melhorar cada vez mais o formato desta iniciati­va”, afirma a presidente da Associação, Janete Akamine.
 
Houve um esforço concentrado da SO­BECC e das empresas colaboradoras para a montagem de todos os cenários, nos quais as atividades foram desenvol­vidas.
Para exercerem a função de monitores das oficinas, foram convidados profis­sionais extremamente qualificados, com experiência nas devidas áreas, que de­monstraram desde limpeza, desinfecção e empacotamento de materiais, passando por implementação do cuidado sistema­tizado de Enfermagem,físico e aplica­ção do SAEP, mesa cirúrgica, até o que existe de mais atual acerca do controle da segurança do paciente pela equipe multiprofissional, que inclui o check list – time out realizado em sala operatória.
“Um agradecimento muito especial a to­dos os profissionais que coordenaram as oficinas e dedicaram seu tempo e conhe­cimento para, mais uma vez, contribuir com suas experiências”, acrescenta a presidente da entidade.
 
Presidente SOBECC Nacional                                                                                                                                 
Janete Akamine
Gestão 2009/2011
 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Fonte: Revista SOBECC - jan/março. 2010

Rua Vergueiro, 875 - conj.64 - Liberdade CEP. 01504-001 - São Paulo-SP
Telefones: (11) 3341-4044
Fax: (11) 3205-1407
Todos os direitos reservados © Copyright - SOBECC
Desenvolvido por: